14 novembro 2012

Isaac Newton e a sua maçã



Nome do livro: “Isaac Newton e a sua maçã”
Ilustrador: Tony De Saulles 
Editora: Publicações Europa América
Colecção: Finados Famosos


Comecei a ler este livro porque achei o título bastante sugestivo e de certa forma pareceu-me ter temas bastante relacionados com a parte da física, agora já terminada.
Isaac Newton, nascido a 4 de Janeiro de 1643 2 falecido a 31 de Março de 1727, viveu os seus 84 anos a fazer descobertas tão fundamentais para a ciência, e que seriam grandes conquistas para posteriores trabalhos científicos de outros matemáticos quer fossem desse tempo, ou mesmo da actualidade.
No fundo, esta obra diz-nos, muito simplificadamente e ao mesmo tempo de forma científica, os grandes trabalhos e descobertas deste físico e matemático inglês, que se limitava a usar a matemática e as ciências para tentar obter resposta a questões tais como: “Porque é que nós existimos?” ou “Como é que a Natureza funciona?”, já para não falarmos num dos maiores feitos de Newton – a descoberta da gravidade*, onde Isaac afirmou que desde a partícula mais pequena á maior estrela, tudo possuía a sua própria gravidade, logo tudo era atraído por tudo o resto.
De facto, todos nós conhecemos a velha história de que Newton estava num jardim sentado debaixo de uma macieira, quando uma maçã lhe cai em cima da cabeça e, desta forma, ele acaba por ficar conhecedor da, até então desconhecida, gravidade. Mas tudo isto levou a uma dúvida que se baseava no facto da Lua, sendo o satélite natural da Terra, acompanhar a órbita desta, sem cair, pois então a Terra seria a força que prendia a Lua á sua órbita.
Para além disto, Isaac também fundamentou a ‘Lei Fundamental da Dinâmica’ que envolve outras 3 importantes leis:
> 1ª Lei de Newton ou Lei da Gravitação Universal: “Entre dois corpos, de massas m1 e m2, existe uma acção atractiva de intensidade proporcional ao
produto das massas e inversamente proporcional ao quadrado da distância, d, que as separa.”

                                * F = G. m1.m2
                                                d2
                                     
        > 2ª Lei de Newton: “A aceleração adquirida por um corpo é directamente proporcional á intensidade da resultante das forças que nele actuam, tendo a sua direcção e sentido e sendo inversamente proporcionais.”

   

         > 3ª Lei de Newton ou Lei Acção - Reacção: “Para cada acção existe sempre uma reacção igual e oposta.”
         


Opinião pessoal:


Eu gostei bastante de ler este livro pois com ele pude perceber melhor as leis de Newton e ficar a saber alguns feitos importantes de um dos maiores cientistas de sempre.



Mónica Araújo
Nº 18 11ºD

Sem comentários: