29 maio 2011

A origem do Universo, por Cátia

A Origem do Universo

A noticía do livro é a Grande Explosão que deu início a tudo , não havia Nem espaço, nem tempo, nem matéria.
disso, somos levados a refletir sobre a temperatura inicial; sobre o resfriamento posterior quando foram aparecendo, se transformando, elementos ou partículas elementares: HADRON, PROTON, ANTIPROTON,

Desde Pitágoras, Platão, Aristóteles... já se tentava descobrir e justificar os movimentos dos planetas.
Esses filósofos e os seguintes contribuíram para aumentar cada vez mais a certesa sobre esse estudo tão polêmico.

Em 1543, Copérnico deu aceitação ao sistema heliocêntrico. O Sol no centro do Universo e não a Terra como afirmava Pitolomeu.
Galileu, contou com a ajuda do telescópio. Em 1542, Isaac Newton explicou outra teoria.

Newton provou através de CÁLCULOS a força gravitacional, confirmada por W.Herschel.
O interesse por medir distâncias entre galáxias levou Edwin Hublle fazer uma descoberta revolucionária em 1923: as galáxias distantes estavam-se afastar uma das outras.
Hublle identificou as estrelas na galáxia Andrômeda através do pulsar, do brilho, e isso viabilizou a medição.
Esse afastamento desperta o interesse em se determinar sua velocidade.
quanto á direcção ,o livro afirma que Segundo George Smoot, seria preciso retornar ao ponto em que a inflação aconteceu e colocar tudo de volta no lugar original, até mesmo a energia escura e se a energia escura continua-se a agir o Universo expandia-se indefinidamente. É essa energia que contrabalança por se opor a atração gravitacional.
Se o ritmo de expansão do Universo diminuir então ele tornar-se-á um lugar escuro e frio.
A energia escura poderá tornar-se descontrolada ou deixar de existir. Neste caso os planetas, as estrelas, podem desaparecer.
Os cientistas pretendem descobrir mais do que já se sabe sobre o Universo.

Sem comentários: